Buscar
  • Suelen Eduarda

Eu devia sorrir mais, abraçar meus pais.

Atualizado: Jan 7

Foi uma daquelas viagens bem tradicionais, música, cantoria, gritaria e risadas sobre tudo, às vezes todo mundo ficava em silêncio de saco cheio da viagem e de ficar horas no carro, com um calor desgraçado lá fora, nem o ar condicionada gelava, fomos buzinando pro povo, observando tudo a nossa volta, todo mundo tentando se distrair com qualquer coisa, comendo porcarias e tomando chimarrão. Fazia muito tempo que eu não viajava com minha família, muito tempo desde a última vez que ficamos dias e dias juntos de novo, na verdade desde o início do ano, e claro que não podíamos terminar o ano sem uma viagem em família super tradicional com horas e horas de estrada.

Quero chegar no ponto de que faziam meses e meses que eu não viajava, esse ano foi um dos piores da minha vida e um dos melhores ao mesmo tempo, aconteceu tanta mais tanta coisa que só uma viagem dentro do carro por horas pra curar ou piorar tudo de vez né.

Esperei tanto por viajar que a primeira oportunidade eu fiz de tudo para poder estar presente, poder fazer parte, ter mais lembranças com minha família toda reunida, foi muito bom e eu nem fazia ideia da saudade que eu tava de conviver com eles, como é bom ouvir meus pais roncando de noite, ouvir minha mãe rir com as piadas mais bobas do mundo, aquela risada que só ela tem, como foi bom acordar e ver eles ali, abraçar eles, e ficar pertinho sabe, só aproveitando a companhia deles cada segundo foi importante, até quando minha mãe não queria levantar de manhã porque queria dormir até mais tarde, ou meu pai brigando com minha mãe porque ela não parava de incomodar ele mordendo e fazendo cosquinhas. Minha irmã sempre rindo e pulando em cima dos meus pais de manhã cedo, que lindo ver a amizade que minha irmã construiu com minha mãe, lindo de ver o quanto elas são cúmplices e o quanto eu sinto falta disso ás vezes, ou quando minha irmã fazia massagem em mim, ficávamos conversando e ela parecia da mesma idade que eu, até esquecia que ela é oito anos mais nova.

Que saudade que eu sinto deles, e eu nem sabia, saudades de viajar com eles, de estar com eles, sinto falta até das brigas, das discussões, dos dramas familiares, nossa como eu amo eles, sou tão grata, por aprender a ama-los da forma como são e merecem, por aprender a honrar a vida deles com coisas simples como lavar a bermuda do meu pai que tava toda suja, fazer massagem neles, abraçá-los quando menos esperam, dizer que amo eles, coisas que eu jamais fazia, jamais me permitia amar eles tanto assim, cuidar deles e estar presente, sempre quis fugir da minha família, sempre quis sair de casa, talvez por isso casei cedo também, queria fugir das brigas e discussões e agora se eu pudesse voltar, voltaria no mesmo instante pra viver o amor que construímos juntos bem de pertinho.

Amadurecemos muito acho que também o fato de minha irmã estar ficando mais velha e madura nos ajuda muito em nosso relacionamento porque finalmente podemos ser uma família grande, que ri juntos das mesmas piadas e faz gracinha, aproveitamos todos juntos sem se preocupar tanto com o que falamos pois a mais nova da família já está grandinha e entende tudo, anda querendo namorar e ser adulta, fico toda boba de ver ela se arrumando estilosa, meus pais queridos sempre brincando juntos apesar de tudo à volta deles, tivemos épocas muito difíceis na família, onde ninguém entendia ninguém, meu pai mal dormia a noite de preocupação com dívidas, minha irmã só respondia pra eles, minha mãe só chorava e eu chorava junto, foram tempos muito difíceis, mas finalmente temos nos reerguido como família, finalmente temos um relacionamento e uma convivência boa, nunca seremos perfeitos, sempre teremos problemas, mas acredito que com essa união que temos jamais iremos voltar a ser aquelas pessoas estranhas que só moravam juntos.

Nunca mais quero voltar a ser quem eu era, quero abraçar meus pais sempre, beijar eles e dizer o quanto eu os amo e sou grata por eles, minha irmã quero que sejamos cada vez mais próximas e amigas, sei que tudo vai evoluir a partir desse novo tempo pra nós. E eu comecei o texto só falando da viagem e olha onde chegamos.

8 visualizações0 comentário
 
  • Twitter
  • Instagram

©2020 por a escritora. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now