Buscar
  • Suelen Brandão

Onde você coloca sua esperança?

Como podemos ter um raio de esperança, se nosso país não está nas melhores condições, estamos no meio de uma pandemia que parece nunca ter fim, as coisas estão confusas e parecem que nunca vão voltar a ser como eram, provavelmente vai levar muito tempo para voltarmos a andar na rua sem medo, sem máscara, e sem um tubo de álcool gel no bolso, quando penso na história mundial, lembro que estudei sobre várias doenças extremamente perigosas e que mataram milhares de pessoas ao redor do mundo, jamais imaginei presenciar algo assim, nunca pensamos ser possível acontecer conosco até que aconteceu, até que um vírus desconhecido, invisível veio e tocou o terror com tudo o que parecia intocável, tudo o que pareceu sólido um dia agora não parece mais, a economia está um caos, inflação está disparada, a pobreza no mundo só aumentou, e o número de mortes descontrolado, onde ninguém fazia a menor ideia de como conter algo invisível e tão previsível, o mundo inteiro perdeu as esperanças, mas o mundo todo aprendeu e cresceu, o mundo todo está mudando bem diante de nossos olhos, por causa de um ser invisível.


Olhando para essa foto imagino como deve ser diferente e parecida a vida dessas pessoas, penso como elas se chamam, qual sua profissão, o que fazem da vida para ser feliz, será que elas são felizes, será que perderam alguém muito importante e estão indo pra casa tristes e sem a menor expectativa sobre a vida. Penso sobre o quanto passamos por inúmeras pessoas em nosso dia e não as consideramos pessoas, não somos educados, não damos um bom dia sequer, parece que só consideramos a dor de alguém quando conhecemos essa pessoa, ou quando ela é próxima o suficiente, infelizmente nossa empatia só funciona com pessoas que amamos, e pense comigo, é muito simples ser resiliente com pessoas próximas, é fácil amar as pessoas que moram conosco, mas e amar ao próximo, amar aquela pessoa que é rude com você na rua, que é mal educada no comércio, nunca pensamos no porquê daquela pessoa ter sido assim conosco, quando na verdade, ela pode estar passando por algo horrível, e ela só precisa da sua educação e carinho, precisa que você enxergue ela, olhe nos olhos, e não seja rude em retribuição, mas seja o mais amável possível.

Esse tempo é um novo tempo, estamos aprendendo a ser mais resilientes com pessoas que não conhecemos e sequer já vimos, temos aprendido a ser pacientes, desenvolvemos a empatia com estranhos, sentimos saudades de pessoas próximas a nós que nunca pensamos sentir, saudades de abraçar e ficar quentinho no abraço familiar, saudades dos almoços de domingo com todos reunidos, saudades de comemorar aniversários, de celebrar a vida. Nossa vida não é mais vivida como era, não podemos viajar, não celebramos mais, não existem festas lotadas, ou aniversários cheios de balões e alegrias, a vida tomou um novo sentido, estamos sendo obrigados a andar junto com as mudanças, obrigados a mudar para melhor, a olhar mais para o próximo como nunca antes, ajudar quem precisa, estar presente mesmo que longe, é como uma corrente, uma pessoa dando forças pra outra até que tudo acabe, ou até que tudo volte a ser o mais normal possível.

Tenho tanto a dizer, mas quero finalizar dizendo, chegou a hora de ser a própria esperança, nem que seja somente com palavras de amor, já precisei muito de força e quando olhei a minha volta não havia ninguém para me apoiar ou sequer me ouvir, seja uma fonte de força, seja a luz que as pessoas ao seu redor precisam, seja a esperança pra esse mundo, não é tão difícil, porque mesmo quando tudo parece impossível, milagres acontecem. Talvez você não perceba mas existe uma infinidade de oportunidades ao seu redor precisando que você seja você, sem medo, sem vergonha, podem parecer pequenas atitudes, mas para o próximo significará algo muito grande, seja a esperança quando não encontrar mais esperança ao seu redor.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo