Buscar

As coisas são como são.

Fazem algumas semanas em que eu não tenho sentido praticamente nada, ando sem inspiração, é como se eu estivesse desligada, minha mente projeta várias coisas, mas nada muito produtivo, estou já faz dias sem produzir, sem escrever, sem me concentrar direito, e eu não faço a menor ideia de como fiquei assim, de onde foi que saiu esse momento, de onde eu tirei esse tempo de mim mesma, é como se eu estivesse cansada da pessoa que eu sou.

Eu fico olhando fotos em redes sociais de fotografia e tentando me inspirar, fico procurando fotos que me lembrem momentos, coisas que eu poderia usar para escrever. Um dos melhores textos que já escrevi aqui eu tive a ideia do título dele enquanto usava o Tumblr, eu vi aquela foto e automaticamente ganhei o título do texto e tudo se encaixou perfeitamente depois disso. Sinto falta disso. Muita falta mesmo.

Queria contar sobre meus momentos sem criatividade, sobre meus momentos em que não consigo nem ler meu livro sem dormir, ou ouvir minhas músicas prediletas e não sentir absolutamente nada. Simplesmente não consigo entender o que tem acontecido comigo, eu gosto muito da pessoa sonhadora e inspirada que eu sou, mas não sei como encontrar ela de novo, queria que alguém me ensinasse a me achar no meio dessa bagunça, se é que ainda exista algo pra salvar de mim mesma.

Não estou conseguindo parar de me culpar por estar tão fora de mim, estar com a cabeça tão desligada, por não estar sentindo nada no momento e querer sentir tudo. Sei que provavelmente é super normal passar por esses momentos, sei que eles existem na nossa vida, podem ser só momentos, ou podem chegar a ser épocas, mas eu gostaria muito de me sentir bem de novo, gostaria muito de voltar pra mim mesma, voltar a me inspirar só de ver uma foto, ou me sentir incrível só por ouvir minhas músicas preferidas, quero voltar a sentir prazer em acordar e fazer tudo que eu quiser, prazer em escrever sobre qualquer coisa a qualquer hora e momento.

Daí eu penso, se eu não me encontrar de novo, e se eu tiver me perdido tanto, ou estiver tão desligada a ponto de nunca mais voltar, e se minha vida for assim a partir de agora, sem cor, sem brilho, sem sentir a vida como eu sentia antes, e se eu tiver amadurecido tanto a ponto de ter perdido minha essência.

Acho que não, acho que nem é possível, não pode ser possível perder sua essência, afinal ela é quem você é de verdade, ela é quem você nasceu pra ser, aquela sua essência, aquelas características que só você possui, que fazem você ser quem é, acredito que jamais vai conseguir perder, acredito que não existe se perder tanto assim, acho que pode acontecer de demorar pra você voltar, levar tempo até se encontrar de novo, talvez leve muito, muito tempo, mas um dia, um dia eu sei que você vai voltar, eu sei que vou voltar.

Pode ser que voltemos pessoas melhores, mais evoluídas talvez, pessoas mais realistas, ou só um pouquinho melhoradas, sabe, com uma sabedoria sobre a vida, sobre quem quer ser e como ser, afinal tudo sempre acontece por uma razão, tudo sempre tem um porquê, e provavelmente essa época doida que está vivendo ou que já viveu, serviu e sempre vai servir pra alguma coisa, como um amadurecimento para toda a vida, uma ajudinha do Papai do céu pra você se tornar uma pessoa muito melhor, pro seu próprio bem, pra sua própria evolução pessoal, pra você se tornar tudo aquilo que você tem que ser.

Tem coisas no seu coração, características, coisinhas que fazem você ser quem realmente é, coisas que ninguém pode mudar, nem a vida muda, sua essência faz de você alguém única, impossível de copiar, impossível de imitar, afinal só você pode ser quem você nasceu pra ser, e tudo, absolutamente tudo sempre fica bem no final, essa é nossa única certeza. As coisas são como deveriam ser e acontecem como devem acontecer.

17 visualizações
  • Twitter
  • Instagram

©2020 por a escritora. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now